terça-feira, janeiro 30, 2007

Falando mesmo de amor...

“…mesmo que, para isso, tenha de abdicar de ti. Não vês que é um acto desinteressado, uma prova de amor e gratidão?”
Isabel Allende “Inês Da Minha Alma”

Definição de amor... mesmo falando de outra coisa...

“…mas sabíamos que o mapudunga não se pode traduzir, porque é um idioma poético que se vai criando à medida que se fala, no qual as palavras mudam, flúem, juntam-se, separam-se, como se fossem puro movimento, por isso também não se pode escrever. Se alguém o tentar traduzir palavra por palavra, não se entende absolutamente nada.”

Isabel Allende “Inês Da Minha Alma”

sábado, janeiro 20, 2007

E alguém tem dúvidas...???

“Procurava fazê-lo de forma vaga, para que acabasse por achar que a decisão era sua. Um homem faz o que pode, uma mulher faz o que o homem não pode fazer.”

Isabel Allende “Inês Da Minha Alma”

A Memória: Dom ou Maldição?

“…mas a memória é sempre caprichosa, fruto do que se viveu, desejou e fantasiou. A linha que separa a realidade da imaginação é muito ténue e, na minha idade, já não interessa muito, porque tudo é subjectivo. A memória também está tingida pela vaidade.”

“Soltou um suspiro, quase um soluço, e murmurou o meu nome com a voz entrecortada. “Também toda a vida esperei por ti”, acho que foi isso que me disse. Ou talvez não tenha dito. Tenho para mim a ideia de que, ao longo da vida, vamos embelezando algumas lembranças e tentando esquecer outras. Tenho a certeza, isso sim, de que naquela mesma noite nos amámos, e que desde o primeiro abraço fomos consumidos pelo mesmo ardor.”

Isabel Allende “Inês Da Minha Alma”
...E é tão dificil e azul...


I remember how rough your hand felt on mine
On my wedding day
And the tears cried on my shoulder
I couldn't turn away
Well so much has happened to me
That I don't understand
All I can think of is being five years old following behind you at the beach
Tracing your footprints in the sand
Trying to walk like a man

By Our Lady Of The Roses
We lived in the shadow of the elms
I remember ma draggin' me and my sister up the street to the church
Whenever she heard those wedding bells
Well would they ever look so happy again
The handsome groom and his bride
As they stepped into that long black limousine
For their mystery ride
Well tonight you step away from me
And alone at the alter I stand
And as I watch my bride coming down the aisle I pray
For the strength to walk like a man

Well now the years have gone and I've grown
From that seed you've sown
But I didn't think there'd be so many steps
I'd have to learn on my own
Well I was young and I didn't know what to do
When I saw your best steps stolen away from you
Now I'll do what I can
I'll walk like a man
And I'll keep on walkin'

Bruce Springsteen "Walk Like a Man"

terça-feira, janeiro 16, 2007

Outra excepção: Porque SIM...

Como em tudo na vida, há argumentos válidos dos dois lados...
Como em tudo na vida, o que importa é o lugar a partir do qual nos posicionamos...
Como em tudo na vida, o que conta é assumir uma postura...
O aborto não é um problema de fé, não é um problema politico, não é um problema social...
O aborto é uma problema humano, é uma decisão ética...
Como acredito que liberdade e responsabilidade são uma e a mesma coisa...
Como acredito no ser humano, apesar de não acreditar nalgumas pessoas...
Voto SIM, assumidamente...
Porque SIM...